Um poema
Um aforismo
Um desaforo
por aí afora

Carimbo em cédulas



4 comentários:

Mariana disse...

Putz, achei fantástico a iniciativa como um todo! Demais! Em especial essa poesia nas notas de dinheiro é bem interessante, faz pensar no valor que damos a cada coisa, o que de fato valorizamos.
Muito bom!!
Parabéns Ricardo! Vc é muito talentoso!

f?r! disse...

poesia inflacionária!

leo gonçalves disse...

cara, seu blog é do caralho. adorei.
abraço.

Marassi disse...

Que pena mundo tão grande ainda resumir as pessoas pelo que elas tem, e não pelas palavras que carregam consigo. Quem sabe um dia será diferente. Quem sabe?
Talento que te sobra, transformando-o em acesso a tuas palavras, doando seu mundo ganhará todos. Parabéns!