Um poema
Um aforismo
Um desaforo
por aí afora

poesiafora

Alô

Aviso pra quem tem vindo aqui e não encontra nada novo: eu não desisti.

Só estou trabalhando em outro lugar:


Acessa lá.

Cada música, uma poesia musicada #6 - Ricardo Domeneck

Confiram no link abaixo a versão musical que fiz do poema Segunda-faixa 00:37 de Ricardo Domeneck, do livro A cadela sem logos.

poesiafadada.vox.com


Beijos.

Cada música, uma poesia musicada # 4 e 5

Postei aqui no poesiafadada.vox.com

Dois novos poemas musicados: Substância, de Marcelo Montenegro e Largo ma non tanto, de Marcelo Sahea.
Ficaram legais pra caralho, vá lá ouvir.

Beijo.

Cada música, uma poesia musicada # 3 - Fabrício Corsaletti

Mais uma edição da minha última cria.

Clique aqui para ouvir o Chorinho de Fabrício Corsaletti.

Cada música, uma poesia musicada # 2 - Bruna Beber

Mais uma edição da minha última cria. E, olha que legal, a Bruna Beber, que é minha amiga e vizinha, foi lá em casa e a gente gravou ela cantando. Uma coisa linda. Me emocionou.
Ouça aqui: Poesia Fadada

Poema Passageiro - Mostra Sesc 2

Achei que fosse mais fácil encontrar os vídeos por aí.
Quem quiser matar a curiosidade e sentir como ficou o trabalho todo vejam aqui no meu perfil do youtube. Postei todos os 10 vídeos.

Clique pra ver os vídeos.

Poema Passageiro - Mostra Sesc

Começa amanhã nos ônibus da Capital.
Um poeta por dia, repetindo o poema de hora em hora, na seguinte ordem:

11/10 Chacal
12/10 Rodrigo Garcia Lopes
13/10 Ricardo Domeneck
14/10 Marcelo Montenegro
15/10 Ricardo Silveira
16/10 Angelica Freitas
17/10 Bruna Beber
18/10 Marcelo Sahea
19/10 Ana Rusche
20/10 Leo Gonçalvez

Segunda terei os nomes das linhas mas, por enquanto essa lista pode ser
útil pra quem quiser passear de ônibus.
Reparem que no corredor R. Augusta / Av. Europa tem 70 ônibus com a TV da Bus Mídia. Isso significa que é bem mais fácil ver os poemas por lá.

E temos uma boa novidade, um bonus!
Os mesmos poemas estarão na linha Verde do Metrô e nas livrarias Cultura, Nobel e Siciliano.

Mostra Sesc Bebedouro




















em algum lugar mais ao norte
um açude de mágoas escuras
e turvas
não dura até a próxima chuva


A primeira das intervenções para o Sesc
Minha profunda gratidão a Roberta Koyama que trabalhou,
e ainda vai trabalhar até o fim da Mostra,
mesmo doente. Um beijo, Ro.

Mostra Sesc de Artes 2008

Intervenções nas Unidades do Sesc da Capital.
Daqui uns dias publico fotos.

Cliquem aqui pra ver nestes links site do Sesc:

Poesia no bebedouro

Poesia nos elevadores

Poesia nas TVs de ônibus

A poesia no bebedouro é uma intervenção individual, mas nas outras terão os geniais
Ana Rusche, Leo Gonçalvez, Ricardo Dommenek, Marcelo Sahea, Angelica Freitas, Rodrigo Garcia Lopes, Bruna Beber, Marcelo Montenegro, Chacal, Ademir Assunção, Alice Santana, Ana Guadalupe, Carlito Azevedo, Fabrício Corsaletti. E eu.

Isca no youtube

video

Tomar os espaços virtuais também é uma possibilidade.
Coloquei esse vídeo no youtube. Sou capaz de apostar que em um mês
já terá mais de mil views.

Quem quiser lincar: br.youtube.com/watch?v=_26prAHxv5E

Desculpas

Queria pedir desculpas às 10 milhões de pessoas que visitam todos os dias.
Faz tempo que não coloco nada novo, né?
Mas fiquem de olho. Tô trabalhando num negócio grande.
Semana que vem coloco um tiragosto aqui, da última intervenção. Só preciso fotografar.
Aí em outubro eu coloco essa tal coisa "grande" que está rolando nos bastidores.

Um beijo a todos.

Numa galeria de arte















Foi assim: ia ter uma exposição em que o tema era basicamente a cidade.
Fabiola gostou do poesiafora e me pediu pra participar.
Aí eu fiz um poema (malcriado como sempre) em stecil sobre uma tela em branco.
O texto é assim:

uma tela
na era do mercado
porra de um cavalo premiado
mazela na epiderme da arte

na era dos ativos
o belo é relativo
e o que representa
é relativo

nas galerias, absoluto é
a alegria que dá
quando uma tela comprada
valoriza
- que beleza!

Radiocaos



Quem não conhece o programa Radiocaos, atualmente na 91 Rock de Curitiba, deveria clicar aqui já.

Eu, confesso que não ouço rádio. Essa merda
contaminada de música ruim, propaganda e jabá.
Não tenho saco pra aquela programação em looping.
Por outro lado, se estivesse em Curitiba ouviria.

Nesse domingo, pra se ter idéia, o playlist tem desde Jupiter Apple até Velvet e Beatles (não tocando o óbvio) passando por poemas de Drummond, Tavinho Paes, etc. Tem muita coisa na lista que eu não conheço, e eu não vejo a hora.

Ah, sem esquecer que no último bloco tem dois poemas meus.

Ouçam pela internet clicando em rádio ao vivo.

Uma pausa

Não é um poema, é só pra lembrar onde eu estou.

Poesia pra viagem

















Poemas destacáveis. Poemas de gente nova e muito talentosa.
Um tipo de antologia das ruas, feita arbitrariamente, sem o consentimento dos autores.
Poemas de Pedro Maciel, Carlos Machado, Marcelo Montenegro, Ana Elisa Ribeiro,
Marcelo Sahea, Angelica Freitas e Ana Rüsche. E o maior (em dimensão, óbvio), meu.